"A Esperança não é um Sonho, mas uma maneira de traduzir os sonhos em realidade" - Martin Luther King
Domingo, 30 de Dezembro de 2007

Djerba - Ilha dos Sonhos como chamam os Tunisinos

 Procurávamos um destino pra 1 semana de férias que fosse muito baratinho. O mais em conta que encontrámos foi pra Tunísia, mais propriamente pra Ilha de Djerba. Bora lá, porque não??

Ficámos alojados no Hotel Marmara Zahra 3* que tinha uma localização fantástica mesmo em cima da praia. 

Pelo meu marido passávamos 8 dias de rabo pro ar a apanhar banhos de sol, mas eu queria conhecer um pouco a ilha e a cultura tunisina... Depois de alguma discussão chegámos a um consenso e optámos por 2 excursões.

1ª - Tour à Ilha, onde saliento o Museu Etnográfico, a Sinagoga El Ghriba (uma das sinagogas mais antigas do mundo), Guellala (uma aldeia que mais parece uma grande exposição de cerâmica tradicional, quase toda a população faz e vive da cerâmica) e claro, a capital da Ilha - Houmt Souk , em que o destaque vai pro mercado de Midoun (encontra-se de tudo).

A predominância das cores das casas em Djerba é o branco e o azul: branco simboliza a paz e o azul o mar.

2ª - Ida ao deserto. Depois de quase 3 horas de jipe, sempre aos saltos que nem bolas saltitonas lá chegámos a um oásis... prioridade: andar de dromedário, já que camelo nem 1 para amostra!!! Gostei mas fiquei revoltada com os donos dos camelos porque não tratam muito bem os animais e com os guias que exploram os donos dos animais.

Passámos por algumas tendas dos Berberes e casas de Trogloditas que não visitámos por dentro, pra grande pena minha.

Enfim, o resto da semana foi passada de baixo da palmeira. À noite era indispensável o cházinho de menta e fumar Xixa...

Compras que fiz e que são quase obrigatórias: xixa, camelo mágico, especiarias, artigos em cerâmica, babuchas, carteira de pele, pulseiras... Muito importante: todas as compras são negociáveis, os vendedores até se chateiam se não regatearmos. A primeira coisa que nos perguntam é a nossa nacionalidade pra dizerem todos contentes "Figo, Ronaldo", mas o processo de regateio é longo... às vezes fartávamo-nos um pouco. Mas, nem pensar sair assim de fininho... eles não nos deixavam assim tão facilmente

A comida tipica é o Cuscuz, que não apreciei, mas a minha maior preocupação durante toda a semana foi comer borrego sem querer. Levei a palavrinha em francês bem decoradinha pra perguntar sempre: Mouton?

 

Algumas das milhentas fotos:

 

Hotel onde ficámos alojados - Marmara Zahra

 

Praia em frente ao nosso hotel

 

 

 

 

Bombas de gasolina, a caminho do deserto

 

 

Tendas Berberes no deserto

 

 

Os dromedários que nos levaram num passeio

 

Oásis no deserto

 

 

Mercado em Houmt Souk

sinto-me:
publicado por Princesa às 13:05

link do post | pode comentar | favorito

.Sondagem

.Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.minha história

.histórias recentes

. Djerba - Ilha dos Sonhos ...

.Horas? São...

.histórias passadas

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.Visitas

Free Hit Counter
Free Counter

.pesquisar histórias

 

.tags

. todas as tags

.Os meus companheiros


adopt your own virtual pet!

adopt your own virtual pet!

.links